PetCoaching | Metodologia Positiva, cientificamente comprovada em termos de eficiência e bem estar

X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

PetCoaching - Cães com qualidade de vida, você com mais confiança

Respeito x Medo

Seu cão te respeita? Ou só tem medo de você?

Por Carla Ruas dia em Blog

Respeito x Medo
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Falar desse tema pede uma reflexão nas relações, muito além dos cães. 

A confusão feita com Medo e Respeito está enraizada na nossa cultura, na nossa própria educação obtida como filhos e que, possivelmente, replicamos como pais. Está inerente na política e na sociedade, como um todo.

Faz menção à subestimação das emoções, presentes nos discursos, como “homem não chora”, “engole esse choro”, “manda quem pode, obedece quem tem juízo” e por aí adiante.

Quem tem aprendizado forte na supressão emocional tenderá a não absorver tão bem essa discussão, porque exigirá alguns passos anteriores, um em principal: abertura para a desconstrução

É preciso entender que a Autoridade (ou Poder) que exercemos segue por algum destes dois caminhos: medo ou respeito. Eles não são complementares, e sim concorrentes.

Sei que podemos pensar que, quem um dia tememos em determinada situação, não necessariamente perdeu nosso respeito, mas com certeza, na circunstância específica em que o medo se instaurou, o respeito não estava lá.

Estava raiva, tristeza, angústia ou indignação, mas não o respeito

Por isso vem a importância de entender e aceitar o papel das emoções. Entendendo a lei de ação e reação, somos perfeitamente capazes de compreender as reações negativas do medo. 

Pode ser mais “rápido” conseguir fazer um cachorro andar ao lado com um simples tranco na guia? Pode. Pode ser mais “rápido” interromper um comportamento imediatamente com um grito? Pode. 

Mas será que é só isso que está em questão? Ou será que a emoção por trás dessa “obediência” não seria danosa para a confiança do cão, para a segurança dele no ambiente, na sua socialização e até no relacionamento com você? Isso não deixaria ele inseguro? Isso não poderia gerar mais reatividade, com chances de ser replicada em outros comportamentos? 

Com certeza, sim. Tudo isso e tudo junto é muito possível, é esperado

A interrupção imediata do comportamento com a imposição se dá pelo medo, que causa paralisia. O levantar de chinelos, o tom de voz mais firme, o tranco da guia são ações que, em consequência do medo, impedem os cães de continuar no comportamento ou avançar no comportamento seguinte. 

Quem acredita que respeito é medo, tem certo que o resultado é aquele que vem primeiro, sem pensar nessa cadeia de emoções e em seus efeitos colaterais. 

Fazer por dever, por Medo, é fazer para evitar um mal. Fazer por amor, por Respeito, é fazer para se obter um bem

Logo, respeito é uma conquista e não nasce de uma pura e simples obrigação que acreditamos que os cães “tem que”. 

Medo é imediatista, ocupa-se em impor. Respeito é educativo, ocupa-se em ensinar. 

Como você tem se ocupado no relacionamento com seu cão?

 


 

"O respeito é conquistado, o medo é imposto! O respeito reflete a autoridade, que é conquistada. O medo está ligado ao poder, que é concedido. O respeito está ligado ao amor, o medo com o desprezo!"
                                                        Alfredo Martini Jr.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Deixe seu comentário aqui: