PetCoaching

A PetCoaching quer trazer qualidade no relacionamento entre pessoas e cães. Isso significa diminuir as lacunas de comunicação existentes entre as espécies.

X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

PetCoaching - Cães com qualidade de vida, você com mais confiança

Coluna #10 WOW PetCoaching: A culpa é do cão!

Será que a culpa é dos cães pelos comportamentos errados que eles oferecem?

Por Carla Ruas dia em Blog

Coluna #10 WOW PetCoaching:  A culpa é do cão!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter


Os motivos que nos levam a "ter" um cão são, algumas vezes, trágicos. É regido por uma boa intenção preenchida de ações pouco valiosas à espécie canina. Ou ainda, bem contrárias às vontades e necessidades de um cão.


Cão
Significado popular
p.metf. Aquele que veio ao mundo para amar os humanos como ninguém. Preencher corações vazios e saciar carências.


São os cães de vitrine: tão bonitos e bem cuidados por fora e tão tristonhos por dentro.

Logicamente que essa tristeza é muito subjetiva, pois eles sabem se contentar e amar com o que lhes é oferecido. Isso nos faz acreditar numa felicidade que, nada mais é que o desespero em formato de excitação. É a ansiedade desmedida. O latido excessivo. As mordidas apavorantes e os pulos desconcertantes.


"Meu cão se comporta mal!" e ele só está fazendo o que é bem natural à sua espécie. A culpa não é do cão. Claramente, é possível orientá-los para que estes comportamentos aconteçam em local e hora correta. Mas, para isso, é preciso entender: a culpa nunca é do cão!


Vemos o problema e não a sua origem.

Antes de pensar nas correções e nas medicações, pense: Como meu cão vive? Como eu o educo? Como meu cão vê sua própria comida: ela tem valor para ele? Quais são as atividades que ele tem ao longo do dia: são cansativas e estimulantes? Quantos cães e pessoas ele cão vê em sua rotina: tem bons momentos com eles?


"Ah, mas isso não é sobre fazer o cão a parar de latir, de puxar a guia ou de parar de me morder!"


Não é mesmo. Nada do que vivemos em nossas vidas é diferente disso: reação em cadeia.


Pense na vida de seu cão, como a sua: ter mil amigos no Facebook e nunca se relacionar com eles não te faz uma pessoa mais sociável. Ociosidade nunca te trouxe grandes conquistas e nunca te foi estimulante.

Ter tuas necessidades básicas atendidas, mas sem olhá-las com valor não te fez mais grato. Nada disso te faz mais feliz. A forma como você se relaciona com isso, sim.


Educar um cão não se trata de resolver problemas, trata-se de melhorar a qualidade de vida e bem estar: de ambos, humanos e cães.


Teu cão precisa ser cão. Não falamos das patinhas sempre limpas, dos pelos sempre brilhando, dos brinquedos sempre intactos e da caminha mais bonitinha.

Falamos de cães. Falamos de permitirmos eles serem cães.

De fazê-los serem estimulados fisicamente e mentalmente para se alimentar (quantos conhecem essa opção?!), de socializá-los adequadamente com tudo que a nossa sociedade oferece (não, para eles não é nada natural uma rua cheia de barulhos, uma coleira e guia segurando-os e sair para conhecer tudo isso de uma vez só). Socialização é bem diferente de exposição.


Não estão na nossa casa para enfeitar nossa decoração e nosso coração. Não use o amor incondicional deles como forma de justificar o tratamento desleal à espécie. Cão feliz é cão cansado, estimulado.


Confundimos a vida dos cães com a vida que não pertencem a eles: ficarem entediados durante o dia, à sua espera e, ao chegar em casa, se deparar com a sua falta de tempo nas atividades com seu cão.


Você não é o dono do seu cão. É tutor. Você não tem um cão. Você tem um privilégio. Honre-o. Ressignifique-o


Cão
Significado real
Aquele que veio ao mundo regido pelas necessidades de sua espécie e domesticados a compartilhá-las às necessidades e vontades humanas. Qualidade daquele que é cão.
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Coluna #10 WOW PetCoaching: A culpa é do cão!

Enviando Comentário Fechar :/